Notícias

Beneficiário de Lichinga elogia o projecto Monitoria Comunitária Independente

21/11/18
Inclusão Social
21/11/18

Amado Sumaile, beneficiário do projecto Monitoria Comunitária Independente (MCI)

 

Amado Sumaile é um dos beneficiários do Programa Subsídio Social Básico (PSSB), do Instituto Nacional de Acção Social (INAS) a nível da cidade de Lichinga. Assim como Amado, muitos beneficiários do PSSB na cidade viram os seus direitos salvaguardados com a introdução da Monitoria Comunitária Independente (MCI).

O MCI é um projecto que nasceu em 2012, pelo consórcio entre a Plataforma da Sociedade Civil Moçambicana para Protecção Social (PSCM-PS), Help Age Internacional e a Handicap International, que visa promover a cidadania através da prestação de contas nos programas de protecção social, contribuindo para a promoção da voz dos beneficiários do PSSB e a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelo INAS.

Para representar todos os beneficiários do programa, Amado foi convidado para o ciclo de debate sobre protecção social, ocorrido no passado mês de Outubro. No evento, Amado agradeceu a presença do MCI na sua cidade e sobre os seus benefícios como: a criação de novos postos de pagamento que reduzem a distância percorrida pelos beneficiários, a regularidade no pagamento e a informação atempada sobre o dia do pagamento.

“A MCI trouxe muita coisa para nós beneficiários de Lichinga. Muitos usavam o dinheiro do benefício para compra de coisas fúteis, mas hoje compramos uniforme escolar, caderno, fazemos pequenos negócios e principalmente: o pessoal do INAS já nos trata com as maiores gentilezas”, disse Sumaile.

O espaço para que os beneficiários falem dos seus problemas e a maior interacção entre estes é outro ponto relevante trazido pelo MCI e que serve para comprovar os efeitos positivos trazidos pelo projecto.