Notícias

IUCN e Lacoste juntam forças para salvar animais ameaçadas de extinção

06/03/18
Meio Ambiente
06/03/18

 

A Lacoste, uma das marcas mais tradicionais de roupas do mundo, substituiu o seu icónico crocodilo que estampa as polos da marca há 85 anos, por outras 10 espécies ameaçadas de extinção, para ajudar a combater a ameaça.

As camisas, fazem parte de uma edição limitada com somente 1775 polos que trazem estampados a tartaruga do Myanmar, o condor da Califórnia, o papagaio Kakapo, o rinoceronte de Java, a iguana de Anegada, o Tigre de Sumatra, entre outros.

 

 

 

 

 

O número específico de camisas produzidas não é por acaso. O número de polos produzidas para cada animal em extinção foi exactamente o mesmo número de tais animais remanescentes na natureza. Assim, por exemplo, foram fabricadas 50 camisas com o Lêmure Septentrional no lugar do crocodilo, pois só existem 50 animais da espécie vivos actualmente. Os números são assustadores e ilustram perfeitamente a gravidade de cada caso.

[Leia Também: Johnnie Walker muda logotipo e busca impulsionar a igualdade de género]

As acção apoia a campanha “Salvar Nossas Espécies”, lançada durante a Semana da Moda de Paris no passado 1 de Março e foram esgotadas. Os recursos foram para a International Union for Conservation of Nature (IUCN), uma organização internacional de advocacia que trabalha para proteger a natureza.

“Juntos, esses répteis raros, aves e mamíferos defendem a situação de todas as espécies ameaçadas conhecidas”, disse a IUCN em um comunicado.