Newsletter

Formação

Partidos e jornalistas formados em manifestos eleitorais e cobertura midiática sensíveis a protecção social

14.03.2019

Com o objectivo de dotar os partidos políticos e jornalistas de bases para elaboração de manifestos eleitorais e cobertura midiática sensíveis a protecção social, que reflictam e salvaguardem os interesses, necessidades e aspirações das populações mais vulneráveis, a Plataforma da Sociedade Civil Moçambicana para Protecção Social (PSCM-PS) conjuntamente com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Instituto para Democracia Multipartidária (IMD), organizaram entre os dias 5, 6 e 7 de Março do ano em curso sessões de partilha de informação sobre os manifestos eleitorais e cobertura midiática.

O evento contou com a participação de 20 jornalistas oriundos de todas as províncias do país e 24 representantes de partidos políticos, que nos 3 dias de sessões tiveram a oportunidade de conhecer os programas de protecção social básica e a composição do Instituto Nacional de Accão Social. Outra questão abordada foi o espaço fiscal em momentos de crise económica, onde os participantes conheceram as várias estratégias que alguns países em situação de crise financeira reagiram favoravelmente em prol da protecção social.

O debate sobre a cidadania, direitos e protecção social e propostas de reformas de políticas de protecção social, estiveram igualmente no cerne das discussões na referida sessão de partilha de informação.

No final do encontro tanto os jornalistas como os partidos políticos na voz dos seus representantes afirmaram ter saído do evento com ferramentas necessárias para colocar tanto nos seus manifestos eleitorais como nas reportagens, a questão da protecção social de modo a que se melhorem ainda mais os pisos nacionais de protecção social e por assim dizer, elevar as condições de vida das camadas pobres e vulneráveis.