Notícias

UE e Moçambique juntos contra a fome e a desnutrição

05/06/17
Nutrição
05/06/17

 

A União Europeia (UE) investiu cerca de 67,3 milhões de euros, no período de 2012 a 2015, em programas de segurança alimentar em Moçambique, visando o alcance dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), que consistem na redução para metade, os índices de fome e desnutrição no país.

O embaixador da UE, acreditado em Moçambique, Sven Burgsdorff, falou na II Reunião do Comité Nacional de Direcção do Programa Acelerar o Progresso para o Alcance dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio em Moçambique e reconheceu que o país conseguiu, com sucesso, alcançar os referidos ODM.

Burgsdorff afirma que em finais de 2015, Moçambique reduziu de 56% para 24% a incidência das pessoas em situação de insegurança alimentar. No entanto, o diplomata reconhece também que ainda existem muitos desafios, razão pela qual adverte que urge intensificar as acções para garantir a segurança alimentar.

“Hoje, a desnutrição crónica em Moçambique afecta 43% das crianças com idade inferior a 5 anos, e este problema continua a ser um enorme desafio para o Governo, afectando adultos, crianças jovens e mulheres em idade produtiva”, apontou Sven.

 

Fonte: Jornal O País